Moda

Como escolher a banda perfeita para o seu casamento?

Oi, meninas!

Nossas dicas, dessa vez, são para quem está na correria louca do pré-wedding!

Organizar o casamento não é nada fácil. Afinal, é preciso pensar em todos os detalhes da celebração, como: cerimônia religiosa, festa, vestido de noiva, vestidos das madrinhas, convites, lembrancinhas. É coisa que não acaba mais!

Imagem: Asile Planner

Imagem: Asile Planner

E em meio a um turbilhão de providências, pode ser que o casal acabe se esquecendo de uma coisa muito importante: a banda do casamento.

Qual a melhor banda para o casório?

A banda do casamento deve ser do gosto de todas as pessoas. Por isso, é muito importante que você saiba o perfil dos seus convidados. Esse cuidado garante que a banda realmente agrade a gregos e troianos.

Geralmente, as bandas mais sugestivas para casamentos são aquelas que tocam de tudo: forró, samba, funk, axé, sertanejo, clássicos dos anos 70, 80, 90 e muito mais. O importante é deixar a festa animada do começo ao fim!

Banda para casamento

Imagem: News Channel

Bandas com repertório personalizado

Mais uma ótima opção é montar um set list bem personalizado com músicas marcantes. Lembra aquela canção tema do seu romance? É ideal que a banda saiba tocar. E os hits que marcaram a adolescência da noiva, das madrinhas e das amigas? Eles também devem estar no repertório.

Atualmente, as bandas especializadas em casamentos já sabem organizar um set list customizado para tornar o momento ainda mais especial.

 

bandas de casamento diferentes estilos

Imagem: Wedding Wire

Atenção para o tempo de intervalo

Você já deve ter ido a festas em que a banda ficava mais tempo descansando do que tocando. E isso é bem ruim, não é mesmo?

Para evitar esse problema, tire todas as dúvidas com a banda, antes de contratá-la, claro. Pergunte quanto é o tempo de apresentação, quantos intervalos estão marcados durante o evento e quanto tempo demora cada intervalo.

E claro, durante as pausas da banda, alguma música ambiente deve ficar tocando para não quebrar o clima. Por incrível que pareça, essa questão dos intervalos é extremamente importante para o andamento da festa, pois se há espaços causados pelo silêncio, alguns convidados podem entender que está na hora de ir embora.

E se o seu casamento também tiver DJ, procure combinar bem o trabalho de ambos para a festa inteira. Estipule a mesma quantidade de tempo para cada um ou faça de outra forma, como você achar melhor.

sem banda

Imagem: video hive

Escolha uma banda que seja realmente profissional

De que adianta a banda ser eclética, ter um vasto repertório e não ter um som com qualidade profissional? Por isso, é preciso conhecer um pouco melhor a experiência da banda, se possível, conversar com pessoas que já tenham contratado o serviço, solicitar alguns vídeos de apresentações e checar o desempenho do conjunto.

banda profissiona

Imagem: Urban Soul

Não deixe para a última hora

Escolher a banda com bastante antecedência, fazer o agendamento, pagamento de sinal quando for necessário, solucionar alguns ajustes específicos, entre outras tarefas… É preciso tempo para fazer tudo isso, então, siga um cronograma e tenha um planejamento. Além do mais, você não vai querer correr o risco de encontrar uma banda perfeita para o casamento e se deparar com a agenda lotada dos músicos.

Por falar em agenda cheia e profissionalismo, desconfie de orçamentos muito acessíveis, até mesmo porque apresentações musicais ao vivo precisam de equipamentos específicos que custam caro e que demandam muita tecnologia. Caso receba orçamentos com preços baratos demais, é ideal checar para não se decepcionar em um momento tão especial.

E se possível, concentre todos os serviços em apenas uma contratação. Como assim? Existem profissionais que já vendem um pacote com: banda, instrumentos, DJ, etc. Assim, fica muito mais fácil!

 

 

Charles Worth: o pai dos vestidos de festa

Você sabe quem foi Charles Worth? Esse importante nome da moda foi imortalizado como o precursor dos vestidos de festa, além de ter sido o primeiro a dar um atendimento personalizado neste tipo de confecção.

Charles Worth viveu no século XIX, e se hoje o mundo está repleto de estilistas – ou personal stylists – é graças ao trabalho desse homem inovador, que, sem dúvidas, esteve à frente do seu tempo.

Charles Worth

Imagem:Fashion Bubbles

 

Antes de Worth, o trabalho personalizado na moda – voltado, principalmente, para vestidos – funcionava da seguinte forma: as moças e senhoras que precisavam de uma peça estilizada recebiam em casa costureiras que, de regra, apenas obedeciam às clientes. O que acontecia era justamente a continuação do mesmo, sem ousadias ou, sequer, mínimas novidades.

Com Worth, tudo mudou! Além de receber as clientes em seu ateliê, era ele quem ditava a moda. Ele foi o grande nome na criação dos vestidos da Princesa Metternich, da Áustria, além de ter sido referência na confecção de costume da Imperatriz Eugénie, esposa de Napoleão III. Também teria feito inúmeras crinolinas – armações usadas sob as saias para dar volume – que ficaram muito famosas e se perpetuam em obras de arte espalhadas pelo mundo.

Propaganda é a alma do negócio

O pai dos vestidos de festa era, certamente, um gênio da moda e já sabia, naquele tempo, que fazer boa divulgação de suas criações era essencial.

Por isso mesmo é que Charles Worth investia bastante em sua própria imagem: mantinha o bigode sempre bem aparado e mantinha uma postura séria, transmitindo assim bastante confiança para suas clientes.

Assim como fez as crinolinas, fez os bustles, que são as armações que ficavam na parte de trás dos vestidos. Ele também adicionou o uso de flores e de outros adornos, incluindo arcos bem grandes.

Todas essas novidades foram sendo aprimoradas com o tempo e fizeram tanto as mulheres de época como as mulheres atuais se tornarem muito mais belas, principalmente em ocasiões formais.

Vários dos vestidos feitos por Worth, entre eles uma série de peças muito chamativa desenhada em 1865, se sobressaíram em termos de ousadia e criatividade. Vale destacar a crinolina cuja inspiração foi o Egito. Essa peça deu muito no que falar.

 Longas empreitadas para Worth

Apesar de talentoso, o sucesso não veio antes de muito trabalho. O pai dos vestidos de festa começou sua atuação em uma empresa de tecidos, xales e roupas padronizadas. Depois de ganhar espaço para realizar suas próprias criações, conseguiu emplacar duas exposições que mudariam o rumo de sua vida: a Exposição de Londres, no ano de 1851; e a Exposição Universal de Paris, logo depois, em 1855. Foram esses novos ventos que trouxeram a oportunidade de abrir o próprio negócio, em 1858.

O caminho do sucesso

Paris estava sob o comando do Segundo Império, época de Napoleão III, quando o estilista se aproveitou definitivamente do clima de revitalização da cidade.

Não só isso, entretanto, influenciou o sucesso do mais novo ditador da moda. Foi o bom momento econômico da França que abriu espaço definitivamente para o consumo de itens de luxo, entre eles roupas da moda.

Como a alta costura já marcava território nos ambientes de poder – principalmente ao redor de Napoleão III –, sua esposa, a Imperatriz Eugénie, foi fundamental para que o sucesso de Charles Worth se consolidasse. Como dizemos hoje, Eugénie foi uma cliente fidelizadíssima de Charles Worth.

 Como era o estilo de Charles Worth?

O pai dos vestidos de festa se tornou notável pelo luxo, algo que nunca mais saiu de moda. Ele escolhia tecidos diferenciados para criar suas peças e trabalhava com diversos adornos chamativos, com elementos novos, além de ajustes distintos em seu design.

Foi assim que surgiu a House of Worth. Criadora de um tipo de moda personalizada, essa casa de alta costura, contudo, não deixou de atender ao grande público. Oferecia assim designs variados, que eram apresentados aos potenciais clientes em desfiles ao vivo. Talvez você nem imaginasse isso, mas os disputados desfiles de hoje já eram “o” evento da moda naquele tempo.

Como acontece hoje também em muitos desfiles – não os da semana de moda, é claro – caso gostassem do que viam, as clientes poderiam separá-los e, depois, recebiam um modelo feito com suas próprias medidas.

O título de “pai da alta costura” e “pai dos vestidos de festa” teria sido resultado mais de propaganda do que do próprio modo de trabalho, uma vez que diversos designers de vestido usavam o mesmo método, porém, não se promoviam de forma tão eficiente como Charles Worth.

Em 1870, o costureiro já figurava como um popular criador, com clientes que estavam bem distantes do centro de poder da França, e seu nome era citado com frequência por revistas e jornais da época.

Os clássicos atuais

Para aproveitar o momento, que tal conhecer alguns vestidos de festa que estão fazendo o maior sucesso na atualidade?

Vestido Encanto

O Vestido Encanto, da Dolps, é elegantíssimo e muito bem trabalhado em todos os detalhes. Uma peça feita para a mulher que quer marcar presença.

vestido bordado encanto dolps

Vestido Cristal

Mais uma sugestão para quem deseja ser o centro das atenções é o Vestido Cristal. Todo bordado à mão, é uma peça trabalhada milimetricamente para transbordar elegância e sofisticação. Esse modelo de vestido longo é ideal para ocasiões mais chiques, que exigem algo mais clássico e sofisticado.

Vestido Sereia Cristal Dolps

Confira outros modelos incríveis no site e desfile classe e elegância em seus eventos sociais!

05 cuidados que a madrinha de casamento precisa ter

Você recebeu o convite para ser madrinha de casamento. E agora? Como fazer bonito na cerimônia? Vem cá, maravilhosa, que a gente te explica tudo: do vestido de madrinha ao manual de etiqueta.

Para simplificar, fizemos uma listinha dos 05 erros que você deve evitar antes, durante e após o casório.

1. Seja presente em todos os momentos

Todas as madrinhas de casamento devem ter consciência do quanto são importantes para os noivos, principalmente, para as noivas. O ideal é que você seja muito presente não só no dia do casamento, mas também antes e depois. Ajude a noiva a escolher o vestido, procure acalmar essa sua amiga e ofereça todo apoio necessário. Mas olhe lá, cuidado para não palpitar demais e parecer desagradável. E a amizade segue firme e forte depois do casamento, hein?

2. Use a cor correta de vestido

É muito comum as noivas definirem cor e tons para os vestidos das madrinhas. Quando isso é decidido, a madrinha deve seguir a escolha à risca. Ou seja, se a noiva escolheu, por exemplo, marsala para os looks, nem cogite a possibilidade de usar outra cor.

3. Monte um look impecável

Todo o cuidado é pouco na hora de compor o seu visual de madrinha. Lembre-se sempre que todo o look deve ser harmônico, isso que dizer que: vestido de madrinha, penteado, maquiagem, calçados e acessórios precisam estar em perfeita sintonia.

4. Providencie tudo com antecedência

A gente sabe que a correria diária, muitas vezes, acaba deixando muitas coisas para a última hora. Mas procure providenciar antecipadamente todas as suas pendências de madrinha. Assim, prove e defina o vestido de madrinha e o look completo, se possível, meses antes do casório. Até porque é bem chato ficar questionando os noivos em cima da hora.

5. Seja uma madrinha agradável e elegante no casamento

Algumas atitudes podem deixar os noivos bem chateados ou até mesmo estragar a festa de casamento. Curta todos os momentos, mas sem exageros. Evite beber demais e acabar sendo chata para os noivos e, também, para os convidados. Cuidado para não criar competições com a noiva para ver quem se destaca mais. E nada de levar amigos ou parentes que realmente não foram convidados.

Dicas de vestidos para madrinhas de casamento

Há muitas opções de vestido de madrinha. As principais tendências da moda são de modelos com renda, bordados, estampados, tons pastel, recortes estratégicos e muito mais.

O leque de cores também é bem variado e perfeito para todas as estações do ano. Confira algumas sugestões de vestidos de madrinha:

Vestido Florido Confi DolpsVestido de Festa Florido Confi Dolps

Vestido Minimalista Neela DolpsVestido Tule Bordado Ivina Dolps

Vestido Bordado Pho DolpsVestido de Festa Cropped Sage Dolps

 

Os melhores penteados para combinar com vestido de formatura

Olá, formandas!

Vocês certamente estão sonhando com o look arrasador! Mas para isso é preciso cuidar de cada detalhe… E o penteado é parte muito importante nisso tudo. Temos várias dicas infalíveis para você conseguir escolher o penteado perfeito. E, claro, fazer aquela combinação incrível com vestido de formatura.

Pense na harmonia

Antes de falarmos dos tipos de penteados, precisamos reforçar um ponto fundamental: harmonia. Isso quer dizer que penteado e vestido de formatura precisam estar em total sintonia. Nada pode competir no seu look. Mas como fazer a combinação ideal? Vamos, então, aos tipos de penteados.

Penteados para formatura

Coque alto

O coque alto é perfeito para deixar o visual mais bonito e elegante. Sem contar que é bem fácil de fazer. Para combinar muito, escolha vestido de formatura com mangas longas, além disso, com decote médio. Essa composição vai dar o destaque para o seu pescoço e parte do colo.

vestido manga longa queen dolps

Trança lateral

As tranças dão sempre um toque delicado e romântico para o penteado. E o tipo lateral ainda expressa muita modernidade. Você pode escolher a trança que começa na raiz ou que fica apenas no comprimento dos fios. Já o vestido de formatura pode ser com decote longo. Ah, devemos lembrar que decotes profundos valorizam muito o busto.

vestido preto e branco native dolps

Cabelos soltos

Há formandas que preferem usar os cabelos totalmente soltos. Ou bem pouco presos apenas com grampo. Dá para deixar as madeixas bem lisinhas ou fazer um babyliss lindo. Se essa for a sua escolha, nossa indicação é de vestido minimalista. Isso porque, como os cabelos vão ficar soltos, é importante que o vestido de formatura seja liso. Assim, você não deixa nada competindo no look.

vestido dupla fenda sia dolps

Rabo de cavalo

O famoso penteado “rabo de cavalo” também é super fácil de fazer, fora isso, combina com todos os perfis. Nesse modelo de penteado, há várias possibilidades, uns mais básicos, outros descolados. Você tem a opção de prender todo o cabelo em posição bem alta (tipo mais sério) ou ainda deixar alguns fios soltos na parte da frente do cabelo. O vestido de formatura certo para esse penteado pode ser bordado. Com o cabelo preso, os bordados destacam-se ainda mais.

vestido bordado bangkok dolps

Gostou das nossas dicas? Além disso tudo, você também tem a opção de combinar o vestido de formatura com a cor do seu curso. Confira muito mais vestidos na nossa loja online.

Casamento Real: inspiração para chapéus e vestido de festa

Quem disse que encerramos o assunto Casamento Real?

O enlace matrimonial entre Príncipe Harry e Maghan Markle ainda vai render muitos assuntos. No post anterior, você pôde ver as principais tendências de vestido de festa do casório. As convidadas, simplesmente, arrasaram. E mostraram pra gente que cores vibrantes (laranja, roxo, amarelo), estampas florais e tonalidades clássicas ( principalmente o nude) estão super em alta.

vestido de festa roxo

vestidos de festa casamento real

Imagens: Reuters

Além disso, as convidas também arrasaram com seus respectivos chapéus. Só de olhar, a gente já tem vontade de escolher um belo vestido, um chapéu maravilhoso e divar na próxima ocasião chique. Mas, antes de qualquer escolha, precisamos entender um pouquinho sobre o uso do chapéu.

Onde usar chapéus chiques?

Os especialistas em moda sugerem chapéus (como os das convidadas do Casamento Real) somente para ocasiões bem elegantes. Assim, o acessório é ideal para você usar em casamentos, batizados, entre outros momentos (principalmente diurnos).

Como combinar chapéu e vestido de festa?

No geral, o chapéu deve combinar com a cor do vestido de festa. Não precisa necessariamente ser igualzinho ao tom do vestido, mas é importante que a tonalidade seja próxima. Ou ainda, se o seu vestido tiver estampa floral, dá pra usar um chapéu clarinho (da mesma tonalidade de alguma parte do vestido). Quem brilhou de vestido com estampa de flores e chapéu cor básica foi Pippa Middleton. Já a rainha, Elizabeth, preferiu um look verde vibrante com detalhes roxos na roupa e no chapéu.

vestido de festa pippaimagem6vestido de festa casamento real convidada

Imagens: Reuters

Tipos de Chapéus

Chapéu de palha – Os modelos de chapéus de palha são incríveis para casamentos à natureza. O visual “rústico” do acessório combina muito com o cenário bem natural, como, por exemplo, cerimônias na praia ou no campo. Para divar no look, escolha um vestido de festa com estampa floral ou com recortes estratégicos.

Chapéus tradicionais – Os chapéus (formato mais redondinho e aba levemente virada na frente) são os melhores para quem não quer fugir do tradicional. Esses modelos expressam muita elegância, delicadeza e discrição. Você pode usar o chapéu tradicional (cores básicas ou corres destacadas). Esse modelo de acessório é o preferido da Rainha Elizabeth.

Chapéus extravagantes – Ao contrário dos modelos anteriores, os chapéus extravagantes são aqueles cheios de detalhes bem grandes ou variados (flores, penugens, folhas, etc.). Você pode usar essas variações de chapéus com vestido de festa minimalista ou com bordados discretos. É importante equilibrar o look, já que o chapéu chama bastante atenção e pesa um pouco no visual.

Atenção ao tamanho do chapéu

Lembre-se que o look precisa estar muito harmônico. Por isso, cuidado ao escolher o tamanho do seu chapéu, o acessório não deve ser muito pequeno para mulheres bem altas e nem minimalista demais para as mulheres de baixa estatura. O equilíbrio é tudo!